Metas Terapêuticas Individualizadas - Edição de Luxo

R$1.100,00

Disponibilidade: Em estoque

Dê sua opnião sobre o Produto

Autor: Leopoldino Capelozza Filho

Editora: DentalPress

ISBN: vol. 1: 878-85-88020-62-7 | vol. 2: 878-85-88020-63-4

Assunto: Ortodontia

Edição: 1a edição

Ano: 2011

Frete
 

Descrição

Seu nome em cada volume. Capa de luxo - tecido francônia. Caixa em madeira, revestida em couro natural. O PRAZO DE ENTREGA DO LIVRO CONTARÁ DE 3 (TRÊS) DIAS DEPOIS DA COMPRA, PARA DEVIDA GRAVAÇÃO DO NOME NOS LIVROS. Sumário Volume 1 - A Flexibilização do conceito de normal Capítulo 1 A Flexibilização do conceito de normal As seis chaves para uma oclusão "perfeitamente normal". O normal, mais que o perfeito As seis chaves para a oclusão "perfeitamente" normal Chave 1: Relação interarcos Chave 2: Angulação Dentes superiores Dentes inferiores Chave 3: Inclinação Chave 4: Chave 5: Chave 6: Justificativas para agregar novos conceitos às seis chaves para a oclusão "perfeitamente" normal Chave 1: Relação interarcos Chave 2: Angulação Dentes superiores Dentes inferiores Chave 3: inclinação Chave 4 Ausência de rotações Chave 5 Pontos de contato justos Pontos ou superfícies de contato justos Chave 6 Curva de Spee Capítulo 2 Tratamento das más oclusões do Padrão I Metas terapêuticas para o tratamento corretivo das más oclusões do Padrão I Posição dos incisivos Os incisivos superiores em posição ideal Aumento na inclinação vestibular dos incisivos superiores Redução na inclinação vestibular dos incisivos superiores Os incisivos inferiores em posição ideal Aumento da inclinação lingual dos incisivos inferiores Aumento da inclinação vestibular dos incisivos inferiores Relação molar e relação dos arcos dentários Os molares devem apresentar relação Classe I Os pré-molares superiores apresentam relação de cúspide-ameia com os pré-molares inferiores Os caninos superiores tem uma relação de cúspide ameia entre o canino e o primeiro pré-molar inferior Trespasses horizontal e vertical normais Protocolos de tratamento Braquetes Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe I Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe I, em adulto Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe II Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe II, em adulto Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe III Tratamento da má oclusão do Padrão I, Classe III, em adulto Tratamento da má oclusão do Padrão I, mordida aberta Tratamento da má oclusão do Padrão I, mordida aberta em adulto Tratamento de má oclusão do Padrão I, sobremordida Tratamento da má oclusão do Padrão I, sobremordida, Birretrusão em adultos Capítulo 3 Tratamento de más oclusões do Padrão II Padrão II, deficiência mandibular Metas terapêuticas para o tratamento compensatório Das más oclusões do Padrão II, deficiência mandibular Posição dos incisivos Os incisivos inferiores em posição ideal ou com inclinação vestibular reduzida Os incisivos inferiores com inclinação vestibular aumentada Relação molar e relação dos arcos dentários Os molares devem apresentar relação Classe I de Angle Trespasses horizontal e vertical aumentados Protocolo de tratamento Sequência de construção do aparelho de Herbst Braquetes Padrão II, deficiência mandibular Tratamento interceptivo na dentadura mista Tratamento compensatório da dentadura permanente jovem Tratamento compensatório da má oclusão do Padrão II, deficiência mandibular Tratamento com intenção corretiva na dentadura permanente jovem Padrão II, deficiência mandibular em adultos Tratamento compensatório Tratamento ortodôntico corretivo cirúrgico Tratamento de más oclusões do Padrão II Padrão II, profusão de maxila Tratamento interceptivo na dentadura mista Dentadura permanente jovem Padrão II, protrusão de maxila Tratamento na dentadura permanente jovem Tratamento em pacientes fora da fase de crescimento Protrusão maxilar Tratamento ortodôntico compensatório em adultos Tratamento ortodôntico cirúrgico em adultos Volume 2 Capítulo 4 Tratamento das más oclusões do Padrão III485 Tratamento das más oclusões do Padrão III Padrão III: prognatismo mandibular e/ou deficiência maxilar real ou relativa Metas terapêuticas para o tratamento compensatório das más oclusões do Padrão III Posição dos incisivos Os incisivos superiores em posição ideal ou com inclinação vestibular aumentada Os incisivos inferiores com inclinação lingual aumentada Relação molar e relações dos arcos dentários Os molares devem apresentar relação Classe I relativa Protocolo de tratamento Braquetes Padrão III: prognatismo mandibular, deficiência maxilar e/ou deficiência maxilar relativa Tratamento interceptivo na dentadura mista Tratamento ortodôntico interceptivo na dentadura mista Tratamento ortodôntico compensatório Tratamento ortodôntico compensatório em más oclusões do Padrão III Tratamento ortodôntico das más oclusões do Padrão III em adultos Tratamento ortodôntico compensatório em adultos Padrão III Tratamento ortodôntico corretivo cirúrgico na dentadura permanente adulta III, deficiência maxilar Padrão III Tratamento ortodôntico corretivo cirúrgico na dentadura permanente adulta Capítulo 5 Tratamento das más oclusões do Padrão Face Longa Tratamento das más oclusões do Padrão Face Longa Metas terapêuticas para o tratamento compensatório das más oclusões do Padrão Face Longa Posição dos incisivos Os incisivos superiores na posição original ou com inclinação vestibular reduzida Os incisivos inferiores na posição original Relação molar e relações sagitais dos demais elementos dentários Os molares devem apresentar relação Classe I de Andrews ou Classe I de Angle Trespasses horizontal e vertical diminuídos Protocolo de tratamento Braquetes Tratamento das más oclusões do Padrão Face Longa Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Longa Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Longa Face Longa Moderada Face Longa média Face média curta e mandíbula com crescimento distal Pacientes com evoluções diferentes. Face Longa média Face média curta e mandíbula com crescimento distal Tratamento ortodôntico compensatório e tratamento ortodôntico corretivo cirúrgico das más oclusões do Padrão Face Longa na dentadura permanente adulta Tratamento compensatório das más oclusões do Padrão Face Longa em adultos Face Longa moderada Tratamento corretivo cirúrgico das más oclusões do Padrão Face Longa Tratamento corretivo cirúrgico de má oclusão do Padrão Face Longa Classe III Tratamento corretivo cirúrgico de má oclusão do Padrão Face Longa Classe II Face Longa grave Capítulo 6 Tratamento das más oclusões do Padrão Face Curta Tratamento das más oclusões do Padrão Face Curta Metas terapêuticas para o tratamento compensatório das más oclusões do Padrão Face Curta Posição dos incisivos Os incisivos superiores com inclinação ideal ou com inclinação vestibular aumentada Os incisivos inferiores na posição ideal ou com inclinação vestibular Relação molar e relações dos arcos dentários Os molares devem apresentar relação Classe I de Andrews ou Classe I de Angle Trespasses horizontal e vertical diminuídos Protocolo de tratamento Braquetes Tratamento das más oclusões do Padrão Face Curta Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Curta Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Curta moderada Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Curta (protocolo para primeira fase) Tratamento interceptivo das más oclusões do Padrão Face Curta, severidade média Tratamento compensatório das más oclusões do Padrão Face Curta Face Curta moderada Face Curta média Tratamento compensatório das más oclusões do Padrão Face Curta em adulto Face Curta moderada ou média Tratamento corretivo cirúrgico das más oclusões do Padrão Face Curta

Sobre o Autor

Possui graduação em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (1972), mestrado em Ortodontia pela Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (1976) e doutorado em Reabilitação Oral, área Periodontia pela Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (1979). Iniciou sua carreira profissional como fundador e responsável pelo setor de Ortodontia do Centrinho (HRAC-USP), aonde atuou como ortodontista até maio de 2011, atualmente participa como docente na pós-graduação desta mesma instituição. No inicio da década de 80 acrescentou às suas atividades a prática da Ortodontia em clínica particular, desenvolvendo extensa experiência em tratamentos ortodônticos de crianças e adultos, com deformidades dentárias e/ou esqueléticas, e odontologia de acompanhamento. Atualmente é professor aposentado da Universidade de São Paulo, professor do Curso de Pós-Graduação em Fissuras Orofaciais Mestrado (HRAC-USP), assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, membro titular da Associação Paulista de Especialistas em Ortodontia e Ortopedia Facial, membro do Conselho Científico da VM Comunicações, membro do corpo editorial das revistas JBO - Jornal Brasileiro de Ortodontia & Ortopedia Facial, Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial e revista Ortho Science. Possui inúmeras publicações em revistas nacionais e internacionais, e expressiva participação em congressos da especialidade, atualmente também mantém a coordenação do Curso de Especialização em Ortodontia (Profis), do Curso de Especialização em Ortodontia (Universidade do Sagrado Coração - USC) e colabora com vários cursos de pós-graduação em Ortodontia. (Texto informado pelo autor)

Especificação

Seu nome em cada volume. Capa de luxo - tecido francônia. Caixa em madeira, revestida em couro natural. O PRAZO DE ENTREGA DO LIVRO CONTARÁ DE 3 (TRÊS) DIAS DEPOIS DA COMPRA, PARA DEVIDA GRAVAÇÃO DO NOME NOS LIVROS. Titulo da Obra: Metas Terapêuticas Individualizadas Autor: Leopoldino Capelozza Filho Capa: Dura (tecido francônia) Número de páginas: 984 Dimensão: 26 x 34cm Peso: 6.500g Edição: 1ª Edição Publicado em: 2011 ISBN: vol. 1: 878-85-88020-62-7 vol. 2: 878-85-88020-63-4

Sumário